Home / Beleza / 5 ideias para substituir os ácidos na rotina de cuidados com a pele

5 ideias para substituir os ácidos na rotina de cuidados com a pele

“Jejum cutâneo” sugere que limpeza, hidratação e fotoproteção são suficientes para manter a pele saudável

A todo momento, surgem novas técnicas de skincare que prometem manter a qualidade e a saúde da pele, mas algumas merecem destaque por justamente priorizar a volta ao básico, como o “jejum cutâneo”, estratégia defendida por dermatologistas europeus para diminuir a inflamação da pele induzida pelo uso de produtos descamativos, como os ácidos e retinoides, sem indicação médica.

A técnica propõe voltar aos cuidados básicos, como limpeza, hidratação e fotoproteção. “Para todos os tipos de pele, os cuidados faciais básicos e essenciais são limpeza adequada no fim do dia e fotoproteção pela manhã. Precisamos retirar todos os resíduos de maquiagem, partículas de poluição da pele à noite, antes de aplicar o hidratante, e o fotoprotetor deve ter pelo menos FPS 30, conforme orientado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)”, destaca a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff.

O que é o jejum cutâneo?

O jejum cutâneo é um processo de beleza que não funciona da mesma maneira que o método dietético, que pressupõe períodos sem ingestão alimentar. Mas pode conduzir a resultados semelhantes, segundo seus criadores. Com o boom no uso de ácidos e retinoides sem prescrição médica, a estratégia é diminuir a sensibilidade e a inflamação da pele, provocada sem necessidade.

“Os ácidos são os ‘multitarefas’ entre todos os cuidados da pele, trabalhando para suavizar linhas, fechar os poros, clarear manchas escuras e melhorar a textura da pele. Mas não adianta sair utilizando os ácidos de qualquer forma. É fundamental ter indicação médica. Isso porque, se utilizados da forma incorreta e exagerada, os ácidos podem levar ao ressecamento extremo, inclusive com irritação e vermelhidão da pele. E a frequência de uso pode variar muito de ácido para ácido e de pele para pele”, explica a médica.

A seguir, confira 5 estratégias para manter a pele saudável sem o uso de ácidos!

1. Verifique os ingredientes dos produtos

Além de diminuir ou cessar o uso de ácidos, é necessário também se atentar aos ingredientes cosméticos que estarão no creme. Começando pela limpeza da pele, a farmacêutica Maria Eugênia Ayres, gerente técnica da Biotec Dermocosméticos, explica que, se a pele está danificada, vermelha ou sensível, uma primeira mudança deve ser com relação ao sabonete.

“O Syndet pode ser usado. Ele é um sabonete sintético que contém menos de 10% de ativos detergentes e pH entre 5,5 e 7 (o sabonete convencional possui 9 e 10). Por isso, provoca menos irritação e é especialmente indicado para peles sensíveis, que estejam em tratamento dermatológico e/ou que sejam ressecadas”, explica.

2. Utilize hidratantes com ativos antioxidantes

No caso dos hidratantes, é importante que eles contenham também ativos antioxidantes. “Os antioxidantes previnem a oxidação e, consequentemente, o envelhecimento da pele. Eles podem ser aplicados pela manhã antes do fotoprotetor. Como exemplo, temos a vitamina C. Já um exemplo de antioxidante para uso noturno é o resveratrol (que deriva da uva)”, explica a Dra. Paola Pomerantzeff.

3. Invista em um protetor solar compatível com a sua pele

Com relação à fotoproteção, a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff reforça que o produto deve ser aplicado de manhã e reaplicado ao longo do dia. “O protetor solar deve ser aplicado em áreas expostas cerca de 30 minutos antes da exposição e ser reaplicado a cada 3 horas. Hoje, existem milhares de opções de protetores para todos os tipos de pele. O ideal é escolher um protetor compatível com o seu tipo de pele: protetor em gel ou gel creme oil free para peles oleosas, protetor em creme para peles mais secas, e protetor fluido para peles normais”, recomenda.

4. Aproveite os nutricosméticos

Para continuar rejuvenescendo a pele, os nutricosméticos podem ajudar. “Eles representam uma inovação ao nutrir o corpo de dentro para fora, agregando elementos importantes em um suplemento de uso oral que complementa a rotina de cuidados pessoais, além de aliar saúde e beleza […]”, conta a farmacêutica. Contudo, antes de consumi-los, é recomendado consultar um médico.

5. Aposte em procedimentos estéticos

Outra estratégia para promover uma superhidratação da pele está nos consultórios médicos. A tecnologia de hidrodermoabrasão HydraFacial consiste em melhorar a aparência ao mesmo tempo em que promove uma restauração completa da pele para torná-la mais saudável e exuberante.

“O HydraFacial promove melhora instantânea da qualidade da pele, auxiliando na uniformização do tom e da textura e no aumento da firmeza, viço, maciez e brilho da pele”, explica a dermatologista Dra. Ana Macedo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top

Delas